Ação em parceria dos órgãos de alcance nacional produtores de registros administrativos, pesquisas sociais e censos. Tem por objetivo o fortalecimento e aprimoramento das informações estatísticas oficiais.

Capes – Metadados do Sistema Nacional de Pós2

Processo: SNPG – Sistema Nacional de Pós-graduação
Avaliação dos cursos de Pós-Graduação.

Sigla: -

Instituição Responsável: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES
(Ministério da Educação)

Tema: -

Tipo do Processo: Cadastro, Censo e Classificação

Situação do Processo: Ativo

Periodicidade: Este processo é dividido em três partes com as seguintes periodicidades:

  • Avaliação de propostas de cursos novos de mestrado e doutorado: fluxo contínuo.
  • Acompanhamento do desempenho dos cursos e programas de mestrado e doutorado: anual;
  • Avaliação dos cursos e programas de mestrado e doutorado: trienal;

Início:1976.

Ocorrência(s): -

Unidade(s) de Investigação: Cursos de mestrado e de doutorado.

Unidade(s) de Análise: -

Técnica de Investigação: Censitária.

Histórico:

O processo de avaliação dos cursos de pós-graduação foi iniciado em 1976 a partir da necessidade de identificar as instituições que estariam aptas a receber apoio financeiro (fomento e bolsas de estudos), com vistas a estimular a oferta de cursos de mestrado e doutorado nas instituições de ensino superior face à crescente demanda de profissionais altamente capacitados para o desenvolvimento socioeconômico do país.

Ao longo do tempo, o processo de avaliação passou a ter uma sistemática de coleta de dados e de análise das informações de forma estruturada, contando não só com cronogramas pré-determinados para recebimento das informações em sistemas informatizados especificamente desenvolvidos para esse fim e análise final dos dados coletados por pares de cada uma das 47 áreas do conhecimento, no modelo “peer review”.

Atualmente, o sistema de classificação dos cursos de mestrado e doutorado proveniente desse processo de avaliação serve como base referencial para as ações de fomento, indução e acompanhamento da qualidade da educação pós-graduada e das atividades de pesquisa que se faz no Brasil. A partir do ‘retrato’ obtido dos cursos em funcionamento, a CAPES define sua política de distribuição de cotas de bolsas de estudo, planeja e incentiva o desenvolvimento de áreas do conhecimento consideradas estratégicas para o país e promove a integração entre as ações acadêmicas, científica, tecnológicas e de inovação. Os resultados da avaliação da CAPES, que classifica os cursos em graus de 1 a 7 (sendo 7 o mais elevado, e os níveis 1 e 2 eliminatórios), são utilizados por todas as agências de fomento à ciência, tecnologia e inovação do Brasil

Objetivo:

  • Oferecer subsídios para a definição da política de desenvolvimento da pós-graduação, bem como para a alocação de recursos financeiros nas instituições de ensino superior voltadas para pesquisa e o ensino pós-graduado.
  • Estabelecer o padrão de qualidade exigido dos cursos de mestrado e de doutorado e identificar os cursos que atendem, ou não, a tal padrão;
  • Fundamentar, nos termos da legislação em vigor, os pareceres do Conselho Nacional de Educação sobre autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento dos cursos de mestrado e doutorado brasileiros – exigência legal para que estes possam expedir diplomas com validade nacional reconhecida pelo Ministério da Educação, MEC;
  • Impulsionar a evolução de todo o Sistema Nacional de Pós-graduação, SNPG, e de cada programa em particular, antepondo-lhes metas e desafios que expressam os avanços da ciência e tecnologia na atualidade e o aumento da competência nacional nesse campo;
  • Contribuir para o aprimoramento de cada programa de pós-graduação, assegurando-lhe o parecer criterioso de uma comissão de consultores sobre os pontos fracos e fortes de seu projeto e de seu desempenho e uma referência sobre o estágio de desenvolvimento em que se encontra;
  • Contribuir para o aumento da eficiência dos programas no atendimento das necessidades nacionais e regionais de formação de recursos humanos de alto nível;
  • Dotar o país de um eficiente banco de dados sobre a situação e evolução da pós-graduação;

População Alvo:

-

Abrangência Geográfica:

Todo o território nacional.

Metodologia:

Coleta e análise de dados quali-quantitativos por meio de aplicativos desenvolvidos para esse fim, conforme relacionado abaixo:

  • Aplicativo APCN – Apresentação de Proposta de Cursos Novos;
  • Aplicativo COLETA;
  • Aplicativo QUALIS – Classificação das revistas científicas brasileiras nacionais e internacionais;
  • Aplicativo SIR – Sistema de Indicadores de Resultados;
  • Listagem de outros indicadores de desempenho: patentes, livros, capítulos de livros, protótipos, “softwares”;
  • Divulgação pública dos resultados.

Principais Variáveis:

  • Cursos de mestrado e de doutorado
  • Áreas do conhecimento e linhas de pesquisa
  • Qualificação dos Recursos Humanos
  • Titulação de mestres e doutores
  • Proposta do Programa
  • Integração com Cursos de Graduação
  • Infra-estrutura de Bibliotecas
  • Infra-estrutura de Laboratórios
  • Infra-estrutura de Tecnologia da Informação
  • Intercâmbios e parcerias institucionais
  • Corpo docente
  • Corpo discente
  • Teses e dissertações
  • Produção intelectual
  • Inserção Social
  • Internacionalização
  • Capacidade nucleadora

Documentação Operacional:

-

Época da Coleta:

De acordo com calendário pré-estabelecido conforme o tipo de informação a ser coletada:

  • O recebimento de proposta de cursos novos acontece, normalmente, de Novembro a Março.
  • A coleta dos dados dos cursos recomendados e reconhecidos que estejam em funcionamento ocorre, via de regra, em Março, cobrindo os dados de todo o ano anterior.

Tempo Previsto entre o Início da Coleta e a Liberação dos Dados:

A coleta é contínua e o tempo previsto entre o início e a liberação final dos dados coletados no âmbito do processo de Avaliação da Pós-graduação tem como finalização a avaliação conclusiva a cada três anos.

Nível de Divulgação:

A divulgação dos resultados da avaliação da pós-graduação é feita através da página da CAPES e pelos meios de comunicação, em âmbito nacional.

Formas de Disseminação:

-


© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística