Ação em parceria dos órgãos de alcance nacional produtores de registros administrativos, pesquisas sociais e censos. Tem por objetivo o fortalecimento e aprimoramento das informações estatísticas oficiais.

O Grupo de acompanhamento do envio e uso de dados oficiais aos organismos internacionais - GADOI foi instituído através da Resolução da Presidência do IBGE nº 08, de 19 de agosto de 2013 e teve seus representantes designados pela Portaria da Presidência do IBGE nº 389, de 19 de setembro de 2013. A criação desse grupo de trabalho resultou de uma demanda do Comitê de Estatísticas Sociais, que percebeu a importância estratégica de ter uma visão integrada do envio e uso de dados oficiais encaminhados aos organismos internacionais.

O Comitê de Estatísticas Sociais diagnosticou uma situação de fragmentação no envio de dados sobre o Brasil para os diversos organismos internacionais, de desconhecimento do uso feito pelas diversas organizações dos dados enviados, bem como dos conceitos e metodologias utilizados quando as informações não são oriundas de fontes oficiais. Esse descontrole produz um conjunto significativo de problemas que vão desde informações contraditórias à sobreposição de trabalhos e responsabilidades a respeito dos indicadores produzidos internacionalmente sobre o Brasil.

Com a criação do GADOI, pretende-se coordenar o envio desses dados e conhecer o uso que é feito deles. Dessa forma, o País poderá contribuir para a legitimação dos indicadores internacionais, bem como para a sua maior precisão. Os trabalhos do GADOI serão acompanhados pelo Grupo Executivo do Comitê de Estatísticas Sociais.

Os objetivos e competências do GADOI são:

  • Levantar as informações que são encaminhadas aos organismos internacionais.
  • Levantar os organismos internacionais que receberão estas informações.
  • Levantar o uso dado às informações pelos organismos internacionais.
  • Identificar os indicadores gerados pelos organismos internacionais a partir das informações nacionais enviadas, bem como os conceitos envolvidos.
  • Identificar a metodologia adotada pelos organismos internacionais para fazerem projeções na ausência de envio de dados pelo País.

© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística